07 DE FEVEREIRO DE 2020 SEMINÁRIO: TEORIA DE INFORMAÇÃO CAUSAL APLICADA À NEUROCIÊNCIA DO SONO.



Palestrante: Helena Bordini de Lucas - Mestranda em Física pela Universidade Federal de Alagoas.


TEORIA DE INFORMAÇÃO CAUSAL APLICADA À

NEUROCIÊNCIA DO SONO

H. B. Lucas, O. A. Rosso

Universidade Federal de Alagoas

Alguns estudos nos permitem afirmar que o sono é essencial para ajudar a manter o humor, a memória e o desempenho cognitivo. O sono pode ser considerado uma atividade dinâmica, quando passamos pelos seus diferentes estados de forma cíclica, que é onde ocorrem os processos chave para manter uma condição saudável e o bem-estar geral. É muito importante que estes ciclos sejam mantidos para termos uma função corporal saudável em estado acordado. Por isso, é fundamental desenvolver ferramentas que possam ajudar a detectar e classificar estes estados. Neste trabalho, analisamos os sinais de EEG de 17 pessoas, retirados de um banco de dados no site da PhysioNet (The Sleep-EDF Database [Expanded]). Os dados estão disponíveis gratuitamente em www.physionet.org/pn4/sleep-edfx. O grupo de estudo foi constituído por homens e mulheres, entre 25 e 38 anos de idade. Por estimar a entropia de Shannon, a complexidade estatística e a medida da informação de Fisher sobre os sinais, mostramos que é possível quantificar e classificar os estágios do sono. Assim, as medidas baseadas nesses quantificadores, permitem caracterizar a dinâmica subjacente das séries temporais de EEG. Identificando os diferentes estágios do sono, podemos apontar potenciais biomarcadores eletrofisiológicos capazes de distinguir entre biomarcadores patológicos e condições normais. De forma direta e resumida, podemos, através desses resultados, apontar doenças e/ou patologias comparando os sinais de EEG desses indivíduos com sinais elétricos saudáveis já sabidos, de uma forma mais rápida e precisa.



Data: 07/02/2020 - 14 horas
Local: Auditório do Instituto de Física-14 horas